Toda Sorte do Mundo

by Paula Souto

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $7 USD  or more

     

1.
2.
3.
03:23
4.
03:14
5.
03:32
6.
7.
03:34
8.
9.
04:26
10.
11.

about

Toda Sorte do Mundo (all luck in the world).

ALL LUCK are timely and happy events in our lives.
Wish someone has all the luck in the world , in the context of Paula Souto song , is to know that there are certain difficulties that permeate our artist path, but that is a fortune and an immense happiness to choose art as a way of life!

ALL LUCK was the name chosen for the first CD Paula to come wishing fortunate events everyone who will tune into this energy !

credits

released August 11, 2016

Paula Souto - composer (some songs), interpreter and producer
Deni Domenico - arranger and producer
Adonias Jr. (Arsis Studio) - recording, mixing and mastering

tags

license

all rights reserved

about

Paula Souto São Paulo, Brazil

Paula Souto is a brazilian singer and composer.
She have been singing since 2000 and just released her first album Toda Sorte do Mundo.
Enjoy!

contact / help

Contact Paula Souto

Streaming and
Download help

Track Name: Mãe do vento
"Oia" a mãe do vento Oyá
"Oia" a mãe do vento Oyá

Oyá Rainha das tardes rosadas do ar
Dos ventos e das tempestades de lá
Princesa real na cidade de Irá
Oyá sem medo de guerras e tudo que há
De Olorum tem permissão pra transformar
Com brisa tempestade ela vai ventar

"Oia" a mãe do vento Oyá
"Oia" a mãe do vento Oyá

Oyá de contas vermelhas, Coral, Monjoló
Adagas, Espadas, alfanje, Eruexim
Ela vem pra guerra e vem pra nos salvar
Oyá que quando derruba é pra recriar
Ventando mudança por onde passar
Eparrei Iansã Santa Bárbara Oyá
Track Name: Anjo protetor
Ó anjo que me guarda
Não precisa me guardar
Ó anjo que me guarda
Hoje eu não vou vadiar

Não tem viola nem congada
Nem jongo nem batucada
Nem cachaça nem tambor
Ó meu anjo protetor

Falei, tornei a falar
Hoje eu não vou vadiar
Podem me fazer convite
Podem me fazer chantagem
Ó meu anjo protetor
Hoje não tem vadiagem
Podem me fazer chantagem
Track Name: Leve
Toda onda que vem carrega um pouco de mim
Pega, me joga e me esfrega às conchinhas do chão
Todo amor que se vai me deixa triste assim,
mas aproveito a tristeza compondo uma canção

Leve, leve, deixa a onda passar
Leva, leva todo o pranto pro mar
Leve, leve, deixa a onda partir
Leva, leva toda a dor que está aqui

Como é que se acostuma à “vida e morte”, meu bem?
Perguntei isso ao céu, que chorava também
Chore toda sua mágoa, só um tempo, porém
Que é pra regar a alegria de um novo que vem

Leve, leve, deixa a onda passar
Leva, leva todo o pranto pro mar
Leve, leve, deixa a onda partir
Leva, leva toda a dor que está aqui
Track Name: O Ser Teu
Assopra do mar
Escorre do céu
A gota de mel
De te cantar

Brota do breu
A nota que em nós
Derrama a luz
Dá rima à voz

Ouço este céu
Ouço este mar
Meu caminhar nem mexeu
Sem consertar
Só com ser teu
Track Name: Coisa Vem
Dança uma salsa comigo
Deixa eu beijar tua mão
Faz um vocal no meu disco
Lembra de um samba do Chico
Afina o meu violão

Traz um contrato escrito
Pra eu ir tocar no Japão
Reza pro meu São Francisco
Manda um recado pro bispo
Canta luar do sertão

A gente vai nessa direção
E a coisa vem feito um arrastão
A gente vai cheio de razão,
Mas o país vem pela contramão
Track Name: Até Outra Vez
É alegria que deu ré
E até a fé
Que tentou remar contra a maré
Desfolhando o mal me quer
Me trouxe essa mulher
Me olhou disse “qual é?” e então se foi
Foi bom o quanto durou
Durou enquanto deu pé

E ela era tão linda 
Que penso ainda “mas por quê não?”
Será que mais valia viver a vida em vez de em vão
Amor ermitão
Vontade ou vocação

É a morena deu no pé, pois é
E eu fiquei assim ruim,
Mas agora enfim,
Tratar de tomar conta de mim
Que esse gim, essa canção
Feito uma oração
Me carreguem pela alma e pela mão
Me façam levantar
Quem sabe até talvez
sonhar, amar, pra depois chorar outra vez

Alegria, alegria
Não mais que um dia dura um refrão
Chegando a roda vida
Quem sonha é pá-pum: do céu ao chão
Vem a sombra então, vai tudo no arrastão
Domingo no parque a ilusão
Era infinita, segunda é solidão

Alegria, alegria
Não mais que um dia dura um refrão
Chegando a roda vida
Quem sonha é pá pum: do céu ao chão
Vem a sombra então, vai tudo no arrastão
Domingo no parque a ilusão
Até uma nova paixão
Track Name: Sei
Sei
Que um dia eu fui uma boa menina,
Mas tente entender
Que a vida anda por caminhos tortos
Não sei bem porquê
Só sei que quando essa mágoa passar
Eu vou ter que aprender
A viver sem você

Sei
Que eu sempre tive a certeza
De que nunca ia perder,
Perder controle das próprias ações
E me arrepender,
Mas todo o tempo em que ficamos juntos
Não vai nem contar
Para me perdoar?

Um dia percebi que uma mentira vale mais
Do que a verdade mais sincera
E que em boca fechada não entra mosquito
Se eu ficasse calada ainda estava com você
Track Name: O Mal Que Você Me Faz
Um dia fui um alguém  
que não prezava ninguém 
a não ser que fosse eu mesma 
Amores, paixões notáveis 
eu julgava descartáveis 
e deixava assim a esmo 
 
Mas não há santo que impeça 
quando a vida prega peça 
veja só quanta ironia 
 
Hoje sou quem compreende 
quem perdoa e quem entende 
e é você quem me judia 
 
Agora sou eu quem pede 
quem a toda hora cede 
a que clama pela paz 
 
E longe de achar suplício  
vejo um grande benefício 
no mal que você me faz
Track Name: Uma Canção
Encandeia essa noite
Alumeia esse canto
Chama a gente pra ver estrelas

Um dedinho de prosa
Dois da boa cachaça
E uma canção rodeia

Clareia, luar
Navegantes perdidos na noite
O nosso farol é o luar
Clareia
E uma canção rodeia
Track Name: Toda Sorte do Mundo
Toda sorte do mundo
Para quem canta, para quem dança,
Para quem toca

Toda sorte do mundo
Para quem pinta, para quem borda
Para quem se sustenta de arte

Lá vai ela pela rua
Tão feliz por dentro e fora
Ela faz o que ela ama
Só trabalha no que gosta
Sempre que alguém lhe pergunta
Se trabalha ou só faz arte
Ela abre um sorriso
Que se vê em toda parte

Toda sorte do mundo

Lá vai ele pela rua
É tão pleno de si mesmo
Vê o mundo diferente
Curte a vida do seu jeito
Sua mãe até queria
Ter um filho engenheiro,
Mas aceita e do fundo do coração lhe deseja
Toda sorte do mundo

Toda sorte do mundo
Para quem canta, para quem dança,
Para quem toca

Toda sorte do mundo
Para quem pinta, para quem borda
Para quem se sustenta de arte
Track Name: Samba de Jair
Tá linda ainda essa noite, mas tenho que partir

Um dedo de prosa e um gole de pinga
Dá tempo ainda
Prum abraço de ida
Tá cedo ainda

O samba batendo na mesa,
Revirando a entranha,
Cutucando a espinha
Não me deixa sair

Adeus candeeiro, adeus violeiro
Preciso ir embora
Até outra hora
Tenho que me despedir
No caminho de volta
Vou cantando a canção
Que não me deixou partir

Tá linda ainda essa noite, mas tenho que partir